Review: Maybelline Fit Me! Foundation

6 abr

Eu geralmente não uso muita base líquida, para o dia-a-dia acho que meu Studio Fix da MAC, que é pó e base ao mesmo tempo, já é de bom tamanho. Mas é sempre ter um bom produto à mão na hora da necessidade. Como não é um produto que uso sempre, optei pelos produtos de farmácia.

A marca que mais me chamou a atenção em relação a custo-benefício foi a Revlon. Sempre leio bem a respeito das suas bases, que são referência entre as marcas mais ‘populares’, que de popular mesmo só o boca-a-boca – no Brasil ainda é muito caro – mas existem tantas que é até difícil escolher. Tenho duas aqui que são realmente muito boas.

Mas dei de cara outro dia com um produto novo. O que me chamou a atenção inicialmente, foi a embalagem. Os produtos da Maybelline geralmente são simples, e confesso que da marca só gostava dos rímeis. Até agora.

A nova linha Fit Me!, que foi lançada no final do ano passado nos EUA,  é uma linha completa: base líquida, pó, blush, corretivo e bronzer. Chamou atenção porque parecia ser um produto diferenciado, pelo menos na embalagem. Mas como não devemos julgar um livro pela sua capa, fui dar uma olhada nos blogs afora o que é que andavam dizendo dos produtos.

E não é que eu só li maravilhas do Fit Me! Foundation? Fiquei curiosa pra testar o produto, até porque ele custa somente, em média, 8 doletas. Aproveitei que meu irmão estava em terras gringas e pedi duas cores: 210 – Sandy Beige, e 220 – Natural Beige.

210 - Sandy Beige e 220 - Natural Beige

 

”]

 

O interessante dessa linha, é que ela tem uma gama enorme de cores! São 18 tons de base, e a numeração se estende para o pó compacto, assim você não precisa quebrar a cabeça pra saber qual vai combinar com sua base. É complicado escolher tons vendo imagem no computador, mas li que pra quem é NC 30 pela MAC, é 210/220 na Maybelline, nessa linha. Pra não ter erro, pedi duas cores, pra poder misturar se preciso.

As cores:

Tem swatches na pele de todas as cores no blog Valentine Kisses.

E de fato, as cores serviram direitinho! Não escureceram nem clarearam demais o rosto. Só não vi diferença entre os dois tons, juro. Usei os dois tons em cada metade do rosto e ficou igual, embora sejam diferentes quando colocados na pele.

Vejam:

210 - Sandy Beige e 220 - Natural Beige

Dá pra notar a diferença de cor entre as duas tonalidades, mas usando uma ou a outra, eu realmente não notei diferença na minha pele. Se for, o Sandy Beige é pouco só mais claro, mas nada que faça notar a diferença.

Bom, e o que eu achei: não é que a base é boa mesmo?

Ela tem cobertura média, então você pode usar com outros produtos ou mesmo incrementar camadas. É bem leve também, não é daquelas bases que você sente o peso de usar. Tem aquele cheiro característico de base, mas quando aplicado na pele você nem sente. Espalha bem com pincel ou com os dedos, mas eu prefiro com um pincel de base.

Ela não fica oleosa com o passar do tempo, e por ser de cobertura média, dura bem até 6 horas de uso. Não que ela saia depois, mas é bom dar um retocada no pó. Ele não tem óleo em sua composição, então não fica brilho excessivo. Com pigmentos particulados, sua fórmula é à base de silicone e polímeros que se adaptam ao seu tom natural da pele. A cobertura é bem natural mesmo, e segundo a Maybelline, ‘possui exclusiva fórmula de base translúcida e pigmentos levíssimos que permite que se veja o tom e peculiaridades da pele natural’. Ainda, possui antioxidantes como vitamina E e C.

O ideal é sempre usar um pó translúcido depois da base, pra tirar o excesso de brilho, mas por enquanto estou usando uma camada bem leve do Studio Fix mesmo.

Ele tem FPS 18, é testado dermatologicamente e não-comedogênico.

O único porém dele, é a embalagem: ele não tem nenhuma válvula de bombeamento, você precisa entornar o vidrinho até o conteúdo cair, o que pode acarretar em um eventual desperdício, já que pode cair demais.  E não é nada prático. Ou você pode usar sempre uma espátula, mas tem que tomar muito cuidado com a higiene para não haver contaminação.

Ainda é cedo pra dizer, mas com certeza esse produto já está na lista de favoritos de 2011. Foi uma boa surpresa, um produto bom e barato, o único inconveniente é que ainda não vende no Brasil.

Portanto, agora é torcer para a Maybelline trazer essa linha para o Brasil e que os preços sejam igualmente acessíveis. Ah sim, tragam também a gama inteira de cores, sim?

Analisando o produto:

  • Embalagem: 3/5
  • Aplicação: 4/5
  • Valor: 5/5
  • Qualidade: 9/10

Nota geral: A-

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: