Tag Archives: Ikesaki

Momento “Mamãe eu quero!” xD

12 set

Inspirada nos meus impulsos consumistas sem noção, queria dividir um breve momento de loucura na Beauty Fair – o famoso carrinho de esmaltes. Este eu vi passeando lá no stand da Colorama.

Ele já é famoso e conhecido, mas todo ano causa um bafafá, né? Visto que minha coleção de esmaltes vêm aumentando em uma progressão geométrica, um carrinho desses ia bem:

Melhor ainda se vier assim, cheinho.

Existem outras marcas também. Na Ikesaki, vi este modelo que custa cerca de R$ 219,00:

Ok, se você não tem impulsos megalomaníacos por porta esmaltes profissionais e quer algo mais caseiro, achei umas opções fofas e simples, e mais suaves ao orçamento:

Esse aqui custa apenas R$ 12,90, da Hobby e Art. Como você pode ver, ele vem ‘pelado’, pra você soltar o artista em você e deixá-lo a sua cara.

Pra adquirir, veja no site da loja: http://www.hobbyeart.com.br/loja/subprodutos.asp?produto=1717

Agora, se você não tem habilidade, tempo ou paciência, este aqui já vem prontinho. A Ivy Larrea é uma designer de scrapbooking, pra saber mais informações veja no blog dela: http://scrapivy.blogspot.com/2010/02/porta-esmalte.html

Um cuidado com nossos mimos.

Anúncios

Look: lábios vermelhos

28 jul

Hi everybody!

Há muito tempo estava com vontade de passar um batom vermelho, mas faltava-me a coragem e o batom. Essa foi a primeira vez e olha, gostei tanto do resultado que quero aplicar batom vermelho em todo mundo agora! A minha primeira vítima vai ser a Amanda N! (Viu, moça?!) Rs*.

Aqui, eu disse que tinha comprado o lápis de contorno labial da Payot e que faria o look para mostrar para vocês. O investimento foi de R$ 8 e alguns centavos na Ikesaki. Ele foi super útil na minha produção. Não deu para fazer um tutorial, mas a maquiagem foi super simples de fazer. 

Depois de preparar a pele e aplicar a base que estou usando no momento , a cream powder FPS 15 duo base, da Contém 1g,  apliquei uma sombra branquinha da Costal Scents  (estojo de 88 cores) nas pálpebras e para iluminar a região abaixo da sombrancelha. De leve, fiz o côncavo com uma sombra marrom clarinha, também da CS, só para aprofundar o olhar. Depois dei uma delineada básica com sombra preta da CS com um pincelzinho chafrado. Como blush, usei um rosinha que eu tinha da Avon Color Trend em leves pinceladas.

Na boca, fiz todo o ritual que a maioria dos tutoriais falam: passei um pouquinho da base da Contém 1 g nos lábios, contornei e depois apliquei o lápis de contorno labial da Payot em todo o lábio superior e inferior. Ele foi essencial para o make e não é difícil de passar. Desliza bem, tem uma aderência muito boa e dá um bom acabamento.

O batom comprei em uma farmácia um da Vult. Como o precinho é camarada e a marca tem uma coisinhas legais, se eu não gostasse do look, não ia me arrepender tanto $ falando. Usei o batom #1 da marca e paguei nem R$4 nele.

A Vult promete “cores intensas e ótima duração, além de emoliência e textura macia que proporcionam cobertura uniforme realçando os lábios de maneira natural”. Realmente, gostei do batom. A cor é intensa, a duração dele foi de umas oito horas, claro que o lápis da Payot ajudou, porém, saí, jantei e a boca ficou firme e forte, sem precisar de retoques.  Não tenho do que reclamar da textura nem da emoliência. Atingiu o resultado que eu esperava.

Cada cor de pele merece um tom de vermelho específico. No meu caso, posso abusar dos tons e achei esse vibrante, bonito e bem jovem.

Aqui, o look, fotografado quase na hora de eu tirar a maquiagem, depois de toda a maratona de um sábado à noite:

Eu gostei tanto das fotos que tirei com ele, que troquei a foto do meu perfil nas redes sociais que participo, o que foi motivo de comentários positivos. #Adorei!

O que vocês acharam? Comentem!

E mais esmaltes…

26 jul

Boa tarde, girls!

Acho que falei em algum post que, semana passada, passei por uma farmácia e não resisti à baciada de esmaltes. Acabei levando mais 6 esmaltes, todos rosas (só o Charminho Lilás, mas é da família). Sem falar que já estava à procura de um rosa mais queimado (tostado!=P), mais sóbrio e sério, mas não conseguia ir à Ikesaki dar uma pesquisada. Falo Ikesaki porque aqui em SP, pra mim é um dos lugares mais fáceis de pesquisar cores, os vidrinhos não ficam naquela embalagem chata de plástico, que só atrapalha.

Bem, meus novos filhotes:

Da esquerda para a direita:

Rosa Chiclete, da Colorama;

Momento Penélope, da Risqué;

Armadilha Rosa, da Risqué;

Atitude Pink, Risqué;

Charminho Lilás, Risqué;

Rosa Floral, Colorama.

Confesso que ainda não tinha a linha completa da Penélope Charmosa porque achava os rosas um pouco parecidos, mas são todos bem diferentes! Na verdade ainda me falta o Apuro Violeta, que não comprei mesmo porque ainda não vou muito com a cara. Provavelmente é falta de costume.

O Rosa Chiclete comprei porque ele foi tão falado, e a cor é linda. É um rosa tão escandaloso hehehe, mas já tenho muitos nesse tom, não prometo nada, mas que esse seja o último, pelo menos por enquanto!

E achei o rosa que procurava: o Rosa Floral! Quando abri o vidrinho tive certeza que era o tom que buscava, mais sóbrio e triste, que minha mãe insiste em dizer que é igual ao antigo Rosa Rei da minha infância. É o meu preferido do momento, junto com o Armadilha Rosa da Risqué.

Aqui passei uma camada de Renda Charmosa + duas de Rosa Floral pra chegar neste tom.

Não reparem as cutículas, mas como elas estão muito judiadas, não vou fazê-las por enquanto. Estive lendo sobre a caneta hidrantante no blog da Dani Honorato, o Unha Bonita, e confesso que não tinha parado pra ler direito antes, achando que era uma caneta hidrantante para melhor remoção das cutículas, mas para a minha surpresa, é para evitar a remoção, mantendo-as hidratadas, como a melhor saída. Super interessante, já que nunca fui fã de tirar um bifinho… Farei meu pedido logo mais, e postarei sobre ele aqui assim que puder. É minha nova aposta, estou contando com esse salvador de cutículas!

É… o rosa anda mesmo em alta!

Esmaltes, esmaltes e mais esmaltes

23 jul

Girls,

O consumo é uma coisa, não?

Essa semana passei na Ikesaki só para conferir alguns produtinhos, dar um volta. Eu jurei para mim mesma que só ia olhar(só não sei o por quê eu jurei, rs*). Bom, o resultado é que comprei um lápis de contorno labial vermelho, da Payot, para passar meu tão querido batom vermelho. Depois vou mostrar para vocês.

Também não resisti e ataquei os esmaltes. Pela foto, acho que não preciso dizer mais nada, né?!

 

Aos pouquinhos, vou experimetando as cores e mostro aqui no blog. E olha que dessa vez eu fui do rosinha, fazendo um degradê, ao azul.

Olhem as cores mais de pertinho:

  

Marinho, Ametista e AzulDivino

Nunca pensei que diria isso, mas fui em busca de um azul perfeito para mim. Como não consigo fazer uma mudança radical tentando os mais clarinhos, fui buscar entre os escuros. Testei o marinho e o ametista, da Colorama, e o Azul Divino, da coleção Impala matte.

 Tentei mostrar na foto as diferenças entre eles (não liguem passei e nem limpei direitinho). O Azul Divino é lindo, mas com base. Tenho sérios problemas com acabamento matte, acho que unha sem brilho é unha sem vida, ainda mais pra mim que sou branquinha. Mão branca e unha opaca, pra mim, não combinam (preciso de ajuda com isso para ver se mudo essa minha opinião). Já o ametista é um azul bem puxado para o roxo. Também é lindo lindo. E o marinho, ah, apaixonei. Foi o meu escolhido. O tom casou com minha mão, ficou muito bonito e por incrível que pareça, achei bastante discreto.

Só achei mais complicado para pincelar do que os esmaltes vermelhos. Não sei se é porque não estava acostumada ou se é porque ele é mais grossinho. Mas valeu a pena.

E vocês, o que acharam destes esmaltes azul? Será que só eu não gosto de acabamento matte? Comentem!

(Esq. a dir.) Azul divino acabamento mate e com base; Marinho e Ametista

Cosmopolitan, Crepúsculo e Açaí

Extra brilho, Renda Charmosa, Pimenta Rosa, L'amore, Chiara