Tag Archives: matte

Swatches – NYX Single Eyeshadows Pt III

1 abr

Uma coisa se torna um vício quando a gente diz que vai parar, e não se controla quando vê? Hehehe

Pois bem, aqui estão mais algumas sombrinhas single da NYX, que eu adoro. Além de boa qualidade, têm boa pigmentação, às vezes uso sem primer e dura muito bem. Sem falar que são hipoalergênicos, cruelty free e… baratérrimos! Quer coisa melhor do que um produto bom e barato?

As sombras que vou mostrar hoje são mais sérias e ótimas para qualquer look. Eu diria que elas são sombras básicas pra você ter na sua coleção, cores essenciais pra fazer make pro dia ou pra noite.

Vejam só as gracinhas:

Começando lá de cima da esquerda, em sentido horário: Black Sparkle, Root Beer, Black, e Charcoal Brown.

A Black Sparkle é uma sombra com bastante glitter, com base preta, como o nome indica. A pigmentação da cor em si não é muito forte, mas ela tem bastante brilho. É ótima para ser utilizada em cima de outras sombras pra quando você quiser um look com brilhinhos para a noite.

Root Beer é um camurça escuro levemente metalizado. É um marrom ótimo para fazer côncavo, quando você não quer tão marcado. É bem pigmentado e se esfumado, fica bem leve. Uma cor ótima para tudo, coringa mesmo, pra ter sempre à mão.

A sombra Black é essencial: pretinho básico, de efeito matte, nada de brilho, apesar da foto parecer que ela tem alguns (devem ter pulado do Black Sparkle). É equivalente à Carbon da MAC. A pigmentação é média, não é dando uma pincelada que você atinge aquele preto breu, o que é bom, porque é só você ir controlando até o tom desejado. Um must have! Você sempre vai precisar de uma sombra preta matte!

E finalmente, o Charcoal Brown, como o nome indica, é uma sombra carvão-marrom. Meio acinzentada com fundo de marrom. Deu pra entender? Ela é bem pigmentada, é boa pra quando você quer dar uma escurecida mas não necessariamente usar a sombra preta. É um tom bem legal e neutro.

Vamos aos swatches! Dessa vez não usei nenhum primer, mas dei umas 3 pinceladas:

Por causa do flash, elas saíram um tantinho mais claras do que são. A Black Sparkle não pegou tanto brilho, mas acho que dá pra ver na outra foto como ela tem bastante glitter.

Vocês podem comprar suas single eyeshadows da NYX nos quiosques da marca nos shoppings, ou no nosso querido Cherry Culture, ou na Nonpareil Boutique (dá pra ver bem melhor as sombras do que na Cherry!)

Outras resenhas das sombras Single Eyeshadows da NYX você confere aqui e aqui!

Anúncios

Review: Maybelline Dream Matte Mousse

25 jan

Acho que muitas de vocês já conhecem esse produtinho. O Dream Matte Mousse da Maybelline é uma base cremosa, que tem uma das texturas mais gostosas que já vi. Ele é tipo um mousse mesmo, parece até aerado. Acho o potinho um charme.

Aqui no Brasil a gente tem uma gama menor de cores, mas consegui encontrar uma que ficasse bom pro meu tom de pele. Na verdade, acabei comprando um tom um pouco mais claro que a minha pele, porque na época o vendedor disse que eu poderia usar somente como corretivo – mas não funcionou pra mim dessa forma. A minha cor é a Medium 1 – Sandy Beige.

O problema é que eu não conhecia bem o produto, e como vocês podem perceber, o vendedor não me ajudou muito, porque o produto é recomendado para peles normais às mais oleosas. O acabamento do produto é bem seco, aveludado e deixa sem brilho, matte mesmo.

Como minha pele é de seca a mista, sendo mais oleosa na região T, ele funcionou em partes. Onde é mais oleoso, como o nariz, ele continuou sem brilho por umas 4 horas. Mas apesar da textura ser de mousse, não senti tanto a leveza do produto no rosto, talvez pelas regiões mais ressecadas. E talvez por ela ser tão sequinha e ter acabamento de pó no rosto, ela sai com muita facilidade, sem aderir muito à pele. É passar o rosto num guardanapo, numa toalha, que você vê a base indo junto. =|

Pontos positivos: o produto não tem cheiro, o que pra mim é quase crucial num bom produto, é testado dermatologicamente e é não-comedogênico, o que significa que ele não entope os poros do rosto, e pode ser usado em peles mais sensíveis.

A melhor forma de passá-lo no rosto é mesmo com os dedos, e isso é uma delícia! Ele espalha bem, e a textura é bem diferente das bases líquidas e cremosas.

Aqui no Brasil, são apenas 5 cores, contra 16 cores nos EUA. Uai, Maybelline, por quê? O Brasil tem uma das maiores mesclas de etnias, tem gente com vários tons de pele!

As cores:

  • Light 1 – Porcelain Ivory
  • Light 4 – Nude
  • Medium 1  Sandy Beige
  • Medium 2,5 – Natural Beige
  • Dark 2 – Caramel

Lembro que na época paguei cerca de R$ 30,00, e ainda não foge muito desse preço, o que é muito bom, levando em consideração os preços dos cosméticos nacionais.  Você encontra facialmente em farmácias grandes que vendem cosméticos.

Esmaltes, esmaltes e mais esmaltes

23 jul

Girls,

O consumo é uma coisa, não?

Essa semana passei na Ikesaki só para conferir alguns produtinhos, dar um volta. Eu jurei para mim mesma que só ia olhar(só não sei o por quê eu jurei, rs*). Bom, o resultado é que comprei um lápis de contorno labial vermelho, da Payot, para passar meu tão querido batom vermelho. Depois vou mostrar para vocês.

Também não resisti e ataquei os esmaltes. Pela foto, acho que não preciso dizer mais nada, né?!

 

Aos pouquinhos, vou experimetando as cores e mostro aqui no blog. E olha que dessa vez eu fui do rosinha, fazendo um degradê, ao azul.

Olhem as cores mais de pertinho:

  

Marinho, Ametista e AzulDivino

Nunca pensei que diria isso, mas fui em busca de um azul perfeito para mim. Como não consigo fazer uma mudança radical tentando os mais clarinhos, fui buscar entre os escuros. Testei o marinho e o ametista, da Colorama, e o Azul Divino, da coleção Impala matte.

 Tentei mostrar na foto as diferenças entre eles (não liguem passei e nem limpei direitinho). O Azul Divino é lindo, mas com base. Tenho sérios problemas com acabamento matte, acho que unha sem brilho é unha sem vida, ainda mais pra mim que sou branquinha. Mão branca e unha opaca, pra mim, não combinam (preciso de ajuda com isso para ver se mudo essa minha opinião). Já o ametista é um azul bem puxado para o roxo. Também é lindo lindo. E o marinho, ah, apaixonei. Foi o meu escolhido. O tom casou com minha mão, ficou muito bonito e por incrível que pareça, achei bastante discreto.

Só achei mais complicado para pincelar do que os esmaltes vermelhos. Não sei se é porque não estava acostumada ou se é porque ele é mais grossinho. Mas valeu a pena.

E vocês, o que acharam destes esmaltes azul? Será que só eu não gosto de acabamento matte? Comentem!

(Esq. a dir.) Azul divino acabamento mate e com base; Marinho e Ametista

Cosmopolitan, Crepúsculo e Açaí

Extra brilho, Renda Charmosa, Pimenta Rosa, L'amore, Chiara